Vídeos do Microsoft Courier, futuro concorrente do iPad

Sete meses atrás o Gizmodo publicou um artigo sobre o Microsoft Courier. Trata-se de um projeto de computador tipo tablet com duas telas sensíveis ao toque e prontas para escrita direta com "caneta" (como os antigos Palm). Vamos ver quais serão os próximos passos da Microsoft e como será a versão final deste produto.

Os vídeos, muito bem produzidos, deixam uma excelente impressão sobre o futuro produto. Vale lembrar que a Apple, aproveitando software e mesmo o design do iPod Touch / IPhone, lançou bem antes o iPad que já é um mega sucesso de vendas.

Atualização 30/04/2010: "Microsot deixa o projeto do Courier de lado, mas pode resgatá-lo." Parece que no momento, a parceria com a HP fala mais alto do que ter o produto próprio.


Formatação automática de código no seu blog

O site www.manoli.net tem um formulário para formatação automática de código fonte. O autor liberou também o código fonte em C#. Para o código html gerado ser apresentado corretamente você deve colocar um link para o estilo correto dentro de sua página:


<link rel="stylesheet" type="text/css" href="csharp.css">

A instalação padrão do BlogEngine.NET traz uma extensão baseada neste código para formatação automática de código chamada CodeFormatterExtension. Para utilizá-la, no BlogEngine.net use tags da seguinte forma:...

Como trocar o ícone padrão do Blogengine.net

O favicon é o ícone que aparece do lado esquerdo de um endereço http no seu browser. Este ícone ficou mais importante com os browsers modernos que tem abas.

Uma grande parte dos sites faz uso do favicon para se diferenciar visualmente dos demais dentro de uma lista. O próprio BlogEngine.NET deste site tem seu ícone padrão, que é o desenho de uma chave de boca.

Para trocar o ícone padrão pelo seu próprio, primeiro crie a imagem com a extensão .ico. Depois coloque-a dentro do diretório pics. Por último,  mude a seguinte linha no arquivo site.master do tema que você estiver utilizando:


<link rel="shortcut icon" href="~/pics/nomedoarquivo.ico" type="image/x-icon"/>

No caso do BlogEngine.NET, o nome do arquivo .ico é você quem escolhe.

Lançamentos Contábeis: venda de mercadoria adquirida para revenda

Nossa empresa é uma distribuidora de produtos de informática contribuinte do ICMS (estadual) e do IRPJ no modelo Lucro Real. Seguindo com os lançamentos contábeis pertinentes a nossa atividade, vamos analisar a venda de mercadorias que foram adquiridas para revenda.

Como contribuintes do Lucro Real, operamos com o PIS e a COFINS não cumulativos. Qualquer faturamento da empresa gera um débito de 1,65% de PIS e 7,6% de COFINS. Aqui no DF, as alíquotas de ICMS na saída de mercadoria variam de 12% a 17%. Nas vendas interestaduais entre contribuintes do ICMS a partir do DF, apenas uma alíquota se aplica: 12%. Nas vendas internas no DF ou para fora do DF para não contribuintes do ICMS, aplica-se a aliquota referente a cada mercadoria, podendo haver redução de base de cálculo, por exemplo, de 58,33% para produtos de informática constantes do Anexo VI do RICMS, o que reduz o débito de 12% para 7% do valor da operação, mas exige estorno proporcional do crédito obtido na entrada da mercadoria.

Já há decisão definitiva da justiça onde a redução de base de cálculo é considerada uma isenção parcial. A legislação manda estornar o crédito obtido na entrada de mercadorias cuja saída será isenta de imposto. Numa saída "parcialmente isenta" o crédito deve, assim, ser parcialmente estornado. Embora este raciocínio seja lógico e a redução de base de cálculo seja opcional, a obrigação do estorno continua parecendo injusta. O imposto efetivamente pago numa redução de base de cálculo para equivaler a 7% fica bem maior que 7%. ...

Lançamentos Contábeis: compra de mercadorias para revenda

Nossa empresa é uma distribuidora de produtos de informática contribuinte do ICMS (estadual) e do  IRPJ no modelo Lucro Real. Seguindo com os lançamentos contábeis pertinentes a nossa atividade, vamos analisar a compra de mercadorias para revenda.

Como contribuintes do Lucro Real, operamos com o PIS e a COFINS não cumulativos, então nossas compras de mercadorias para revenda geram crédito de 1,65% de PIS e 7,6% de COFINS. Aqui no DF, as alíquotas de ICMS na entrada variam de 7% a 17%. Nas compras interestaduais, apenas duas alíquotas se aplicam a qualquer mercadoria ou serviço de transporte: 7% e 12%. Quando o destino é o Distrito Federal e a origem Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina ou São Paulo, a alíquota é 7%. Origem nos demais estados, 12%. Já nas compras internas, aplica-se a aliquota referente a cada mercadoria, podendo inclusive haver redução de base de cálculo, por exemplo, de 58,33%, o que reduz o crédito de 12% para 7%.

Como distribuidor, não sabemos qual a alíquota do ICMS será aplicada no momento da venda. Ela depende do comprador ser ou não contribuinte do ICMS e estar dentro ou fora do DF. Como nosso sistema rastreia cada transação e mercadoria no estoque, fazemos o eventual estorno de crédito de ICMS - devido pela redução de base de cálculo na saída - no momento da efetiva saída da mercadoria....