Plano de manutenção da Fiat Fiorino 1.3 Fire Flex

Temos duas Fiat Fiorino 2008 em nosso ativo imobilizado. Manteremos estes veículos operacionais pelo maior prazo possível, conseguindo assim um melhor benefício para nosso investimento.

Como a sabedoria popular diz, melhor gastar com manutenção pra não gastar muito mais depois com conserto.

Escrevemos um plano de manutenção usando como base a experiência dos motoristas da empresa e manual do veículo. Quem puder ajudar (tem vários ? no plano ainda) seja bem-vindo para comentar! Você também pode criar seu próprio plano de manutenção baseado nesse, pois este texto está sob uma licença Creative Commons (maiores detalhes no rodapé).

Plano de manutenção da Fiat Fiorino 1.3 Fire Flex

Consumo médio em Brasília/DF: Álcool 9,5 Km/litro e Gasolina Comum 12,1 Km/litro

...

Crie documentos PDF de maneira simples: imprima em PDF

Quase todas as máquinas que vejo tem o Adobe Acrobat Reader instalado. Ele permite a visualização e impressão de documentos PDF.

No entanto, para criar este tipo de documento é mais complicado. É necessário o Adobe Acrobat completo ou outro software licenciado pela Adobe que gere os arquivos. Pode-se também converter de algum formato (Microsoft Word por exemplo) para PDF.

Uma outra solução bastante simples para criar documentos PDF é baixar e instalar o software gratuito CutePDF (após o link carregar, clique em "Free Download", na esquerda da página). Após a instalação, você notará uma nova "impressora virtual" disponível em seu Windows.

A partir daí, basta usar o seu programa de costume para imprimir. Se quiser criar um documento PDF de uma página web, por exemplo, basta navegar até a página e executar o comando de impressão (Ctrl+P). Em seguida escolha a impressora virtual de PDF e o local e nome onde o arquivo será criado pelo CutePDF.

O resultado final é um documento de alta qualidade e pequeno tamanho que pode, por exemplo, ser enviado facilmente por email. Este processo é muito mais eficiente do que imprimir e digitalizar com um scanner.

Ecofont: uma fonte ecológica que economiza tinta e ajuda o planeta

A idéia da fonte ecológica é muito simples: fazendo-se "buracos" no desenho da fonte a leitura no papel continua viável. De fato, com tamanho 12 no papel, só percebe a diferença quem presta atenção. Na tela fica um pouco estranho, mas, pelos benefícios, dá pra se acostumar.

Você pode baixar gratuitamente a fonte Ecofont Vera Sans e instalar conforme as instruções do site. Com esta pequena atitude, segundo os inventores, a economia de toner ou tinta pode chegar a até 20%.

O nosso DANFE (documento auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) foi composto com esta fonte. Imagine que, mesmo que a economia fique em 10%, em cada 1000 DANFEs que imprimimos em nossa impressora laser, em 100 o toner é de graça. Se muita gente adotar esta prática, o planeta agradecerá!

Outra maneira é usar o recém lançado software Ecofont. Ele custa 15 euros, mas você não estaria mais limitado à fonte acima. Ele faz os buracos em qualquer fonte que você escolher e pode ser usado diretamente a partir do Microsoft Word por exemplo.

Se ainda tem dúvidas, teste este documento de exemplo da Ecofont em pdf (106,54 kb) no papel para ver com seus próprios olhos se a qualidade do produto final é aceitável ou não.

Menor custo de telefonia combinando 3 operadoras: fixo, móvel e VoIP

Nossa empresa utiliza a GVT como provedora de telefonia fixa e internet. Estamos satisfeitos com nossa banda larga de 10Mbit/s e os serviços de voz das linhas fixas. Estamos ainda mais satisfeitos depois da última renegociação dos valores mensais.

Mesmo assim, estamos montando uma estrutura da voz sobre IP para achar o melhor custo de comunicação com nossos parceiros e clientes. Para isso, estabelecemos relacionamento com outras duas empresas prestadoras de serviços de telecomunicação. Agora somos atendidos pela GVT na telefonia fixa + banda larga, pela TIM para telefonia móvel e pela Cordia para voz sobre IP.

...

A odisséia de mudar o endereço de uma empresa

Mudar uma família de endereço já é complicado, mas mudar o de uma empresa tem sido uma odisséia! :^)

Segue um resumo dos passos que seguimos até agora neste processo de mudança:

  1. Antes de mais nada, encontrar um imóvel adequado para os próximos meses de operação da empresa. Foram vários dias comparando diversos imóveis e conversando com muitos proprietários e imobiliárias;
  2. Fazer a consulta prévia do novo endereço, para ver se a Adminitração Regional irá liberar a atividade pretendida para o local. Solicitação via internet, pronta após dois dias;
  3. Negociação e assinatura do contrato de aluguel. São 2 vias x 5 páginas com reconhecimento de firmas do locador, locatário e dois fiadores;
  4. Alteração do contrato social da empresa. A nossa totalizou 5 páginas, já incluindo uma consolidação contratual. Um detalhe é que fomos informados que a Junta Comercial nem lê contratos impressos em frente-e-verso, o que poderia ter economizado 2 folhas em cada impressão;
  5. Comunicação da mudança à SEFAZ/DF (Secretaria de Fazenda Estadual). 1 página em 2 vias. Se o administrador comparecer pessoalmente, não precisa reconhecer firma. Neste momento, assume-se um compromisso de entregar o processo completo em, no máximo, 30 dias;
  6. Recepção das ...