REPs - Registradores Eletrônicos de Ponto - registrados no MTE com preços sugeridos

O MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) regulamentou com a Portaria 1510/2009 de 21/8/2009 o uso do registro eletrônico de ponto. Acredito que então, 100% dos sistemas automatizados de ponto não estavam de acordo com a portaria. Foi dado o prazo de um ano para as empresas e fabricantes se adaptarem. Em 21/8/2010, o REP (Registrador Eletrônico de Ponto) será a forma obrigatória de registro eletrônico de ponto dos funcionários.

Vale a pena lembrar que o Art. 74 da CLT obriga todas as empresas com mais de 10 funcionários a registrar o ponto de seus funcionáros. Por diversos motivos, é interessante também para empresas menores que o ponto dos funcionários seja registrado. A legislação prevê que o ponto seja registrado de forma manual, mecânica ou eletrônica. Como quem optar pelo eletrônica terá que modificar sistemas e investir em pelo menos um REP (atualmente por volta de R$ 3.000), é provável que muitas empresas não consigam se adaptar a tempo e voltem para o ponto mecânico ou manual.

Antes da comprar um REP, deve-se prestar muita atenção se o modelo 2escolhido é ou não registrado no MTE. Qualquer modelo de equipamento para registro eletrônico de ponto que não tenha sido registrado pelo MTE não atende aos requisitos da Portaria 1.510/2009, portanto não será considerado para o controle legal da jornada dos empregados.

Abaixo segue uma lista dos modelos de REP e fabricantes já registrados no MTE. Até o momento, 5/5/2010, são 18 modelos de apenas 7 fabricantes(atualização), 14/5/2010, 30 modelos de 11 fabricantes. Está melhorando, mas ainda é É muito pouca concorrência para um mercado estimado em 2 bilhões de Reais. ...

SCX-4200 e SCX-4521F se aposentam e dão lugar à SCX-4600 e SCX-4623F

Após vários anos de sucesso em vendas, a Samsung está retirando do mercado as multifuncionais laser monocromáticas (que imprimem somente em preto) SCX-4200 e SCX-4521F. Em seus lugares entram, respectivamente, a SCX-4600 e a SCX-4623F. Ainda não sei se é uma experiência ou se já é definitivo, mas, no momento, nenhum dos distribuidores oficiais tem mais estoque das antigas. Nós mesmo, só temos mais duas peças de cada e, pelo jeito, acabou.

Pelo histórico dos modelos anteriores, nos próximos meses estas novas impressoras devem virar o carro chefe da Samsung em vendas de multifuncionais laser no varejo.

Multifuncional Laser Monocromática 3 em 1: impressora, copiadora e scanner
  • 22 ppm em A4 e 23 ppm em Carta
  • Digitalização colorida até 4.800 dpi
  • USB 2.0
  • Botão "Print Screen" e função "Any Web" (imprime a tela do computador e páginas web)
Multifuncional Laser Monocromática 4 em 1: impressora, copiadora, scanner e fax
  • 22 ppm em A4 e 23 ppm em Carta
  • Digitalização colorida até 4.800 dpi
  • USB 2.0
  • Fax Super G3 (33,6 Kbps)

Ambas trabalham com os mesmos suprimentos: cartucho de toner MLT-D105S/XAA com capacidade para imprimir 1.500 páginas* e cartucho de toner MLT-D105L/XAA de 2.500 páginas*. Estes cartuchos são diferentes dos da SCX-4200 e SCX-4521F cujos rendimentos eram de 3.000 páginas*.

Vamos acompanhar os preços, mas, aparentemente, ambas são um pouco mais caras que suas predecessoras.

* Capacidade de impressão segundo norma ISO/IEC 19752, com 5% de cobertura da página.

Pague com cartão de crédito e ganhe desconto do boleto mesmo assim!

Com todo o movimento que está acontecendo no mercado de cartões de crédito, mais e mais pessoas passarão a usar o "dinheiro de plástico". Estima-se que o mercado simplesmente dobre até 2014. Sem citar todas as facilidades e benefícios que um cartão de crédito oferece, ele tem (pelo menos) um lado negro: aumentar o custo final dos produtos e o valor dos impostos que incidem sobre a venda.

As operadoras do VISA e Mastercard cobram taxas de desconto do comerciante (atualmente apenas Visanet e Redecard, com Santander a caminho). Esta taxa incide diretamente sobre o valor da transação. Para uma venda de R$ 100 e taxa de desconto de 4%, o vendedor receberá R$ 96, isso 31 dias após a "venda a vista". A demora no pagamento implica em mais custo para o capital de giro. Além disso, os impostos incidem sobre o valor final da venda, ou seja, todos os R$ 100.

Muitas vezes os comerciantes repassam um desconto razoável no pagamento em dinheiro (mesmo sendo prática proibida contratualmente pelas operadoras). Na internet, onde as margens são mais baixas, a prática se repete no pagamento com boleto. Isso porque o boleto é um pagamento à vista de verdade. O dinheiro entra na conta da empresa na mesma noite do dia útil do pagamento. Outra vantagem é que não existe uma taxa de desconto, e sim uma tarifa fixa que é combinada com o banco. Dependendo do volume e da negociação, esta tarifa pode ser baixo de R$ 2,00. Quanto maior o valor do pagamento, maior fica a vantagem em custo sobre o cartão de crédito.

Para piorar esta situação, no Brasil e em poucos outros países, popularizou-se ...

MercadoPago já pode ser usado fora do MercadoLivre

Com o tão esperado fim do contrato de exclusividade entre Visanet (hoje Cielo) e a VISA, diversos novos players entrarão no mercado. O banco Santander, por exemplo, já anunciou sua saída da Cielo e parceria com a GetNet para realizar o processamento de transações de todas as bandeiras. Eles estão incluindo no pacote diversos serviços agregados, como recarga de cartões telefônicos. O Banco do Brasil e o Bradesco (grandes acionistas da Cielo) criaram uma nova empresa para lançar a bandeira Elo e concorrer com as gigantes VISA, Mastercard e American Express. Excelente, quanto mais concorrência, melhor para os consumidores e melhor para os comerciantes.

A internet ainda tem espaços enormes a serem explorados no Brasil pela indústria de meios de pagamentos. No meu ver, nenhuma das empresas brasileiras ofereceu até o momento um serviço matador e/ou de baixo custo. O PayPal já pode ser usado no Brasil, em Reais. No entanto, como sua sede é em Cingapura, incidem diversos impostos que aumentam, e muito, os custos da transação.

Seguindo o modelo já implantado em outro países, agora o MercadoPago pode ser usado para vendas em outros sites, fora do MercadoLivre. Nossa empresa já fez centenas de transações com sucesso no MercadoPago, sendo um processo relativamente tranquilo. No entanto, o custo continuará sendo um problema.

No novo modelo proposto, eles descontam 4,99% do valor da transação ...

Arquivos do SPED devem ser gerados com codificação ISO 8859-1

No Manual de Orientação do Leiaute da Escrituração Contábil Digital - LECD, está especificado:

"Arquivo no formato texto, codificado em ASCII - ISO 8859-1 (Latin-1), não sendo aceitos campos compactados (packed decimal), zonados, binários, ponto flutuante (float point), etc., ou quaisquer outras codificações de texto, tais como EBCDIC;"

Nosso sistema, desenvolvido em C#, estava gerando os ...